Capitão América: Guerra Civil

Por: Tiago Luís Deretti

Após acidentes não intencionais causados pelos Vingadores, vários países se unem para elaborar um Tratado, que propõe que os Vingadores sejam supervisionados e, de certa forma, controlados. Porém, esse Tratado na verdade acaba por dividir a equipe: de um lado, os que não concordam com o documento, apoiando Steve Rogers (Capitão América), e opondo-se ao time, temos Tony Stark, o Homem de Ferro, juntamente com outros heróis.

Enquanto Steve não concorda com as limitações impostas pelo Tratado, bem como Sam (Falcão), Clint (Gavião Arqueiro) e Wanda (Feiticeira Escarlate), Tony Stark (Homem de Ferro) acha que o melhor é assinar o Tratado, de modo a manter os Vingadores unidos e atuantes. Concordando com ele, estão Natasha (Viúva Negra), James (Máquina de Combate) e Visão.

No dia estabelecido para que o Tratado seja assinado, há uma grande reunião, com autoridades e representantes de vários países. Enquanto um deles discursa, há um bombardeio próximo ao local da reunião, fazendo com que haja mais mortos e feridos.

O responsável é identificado como Bucky Barnes, conhecido como Soldado Invernal, que começa a ser perseguido. Porém, ao ser encontrado pelo Capitão América, Bucky explica sua situação, e se coloca ao lado do herói na luta. Posteriormente, descobre-se que Bucky não foi o responsável pelo ataque, mas sim Barão Zemo (Daniel Brühl), que estava disfarçado. Ele perdeu pessoas importantes em um dos acidentes causados pelos Vingadores, e aproveita-se dessa fragilidade entre os heróis e decide, a partir disto, planejar sua vingança. Então, articula um plano, de modo a aumentar ainda mais a divisão entre os heróis, para que fiquem de lados opostos não somente em relação ao Tratado, mas também lutem uns contra os outros.

O interessante é que aparecem outros heróis da Marvel para ajudar na luta, como o Homem-Formiga (time Capitão América) e um Homem-Aranha mais “jovial” que, por ser procurado pelo Homem de Ferro, o apoia. Há, ainda, T’Challa, filho de um governante, que assume o disfarce de Pantera Negra, também ficando ao lado do Homem de Ferro na batalha.

A respeito da atuação dos atores, percebe-se o sucesso de todos no filme, tanto para dar vida a seus personagens, que ficaram bem definidos quanto a características, emoções e caráter, quanto para contracenar com os demais atores. Isso deve-se, em parte, pela experiência que têm, pois a maioria deles já participou de outros filmes de super-herói, como “Os Vingadores”, para não mencionar outros que tiveram filmes individuais, como o Homem de Ferro, Capitão América e Homem-Formiga.