7 Desejos

Por Paolla Oliveira

Um terror muito bom, é a minha primeira opinião sobre 7 Desejos, muitos irão pensar que não passa de um clichê de terror que troca desejos por vidas, e que inclui uma adolescente vítima de bullyng na escola. Porém o grande diferencial de 7 Desejos é que ele te envolve na trama, te faz pensar milhões de vezes se você também não cometeria o mesmo erro de Claire ao realizar aqueles desejos. Eu particularmente, me perguntei isso pelo menos vinte vezes durante o filme, claro que assim que eu soubesse das mortes “acidentais” eu nem tinha mais uma escolha em minha cabeça, já estaria decidido que eu correria para as colinas mais distantes da maldita caixa chinesa.

Pois bem, o filme se trata de Claire, uma adolescente que mora com o pai em uma casa velha, sua mãe cometeu suicídio ainda em sua infância e Claire acabou tendo de ver o corpo da mãe pendurado por uma corda no sótão. Anos após a morte de sua mãe Claire e seu pai vivem em sua casa e mesmo a menina não aceitando muito a profissão de seu pai, que coleta lixo para vender, a relação dos dois é boa. Como toda adolescente normal Claire frequenta a escola e é apaixonada pelo gato da turma, porém ela não faz parte do grupinho mais popular e devido a isto sofre uma boa pitada de Bullyng, que foi o grande motivador dos pedidos que ela faz para a caixa.

A caixa? Uma engenhosa caixa com escritas em chinês aparece no caminho do pai de Claire em uma de suas manhãs típicas de trabalho, ele leva pra ela como presente sem ao menos saber do que se trata. Um certo dia, Claire volta da escola tão enfurecida com uma garota, que é a maior praticante de seu Bullyng, que ela ao analisar a caixa acaba sem querer fazendo um pedido nada cordial, que a menina em questão apodreça. Claro que tudo não se passava de um desejo profundo de Claire por vingança devido a tudo que passou nas mãos da garota, porém com suas mãos depositadas na caixa, o desejo vira realidade no momento em que a caixa se abre e toca uma infame canção de ninar. Claro que Claire não faz ideia de que seu pedido foi atendido, mesmo quando fica sabendo que a garota agora se encontra na UTI devido a uma “bactéria” que faz o corpo dela apodrecer. E nem mesmo quando misteriosamente seu cão é encontrado morto. Ok, isso sim pode ser um clichê de filmes de terror, a protagonista nunca desconfia de nada, mas bora lá.

Mais alguns pedidos a frente, mais algumas mortes depois, Claire está felizona, como sempre desejou estar, morando em uma casa de luxo, seu pai mudou de emprego e agora toca em uma banda e ganha dinheiro fazendo algo “cool”, o garotão mais gato da escola está perdidamente apaixonado por ela, sendo que agora ela faz parte da elite popular da escola e ninguém mais a incomoda, porém isto tudo vem com um preço, surpresinha legal da caixa chinesa. A cada desejo uma pessoa próxima a Claire morre. Seu vizinho, sua vizinha, seu cão e finalmente uma de suas melhores amigas. Quando Margareth morre de uma forma horrenda e a outra amiga de Claire joga na sua cara que a culpa é toda dela, Claire começa a compreender do que a caixa é capaz. Mesmo que tentem afasta-la da caixa ela não é capaz de ceder e desistir dos privilégios concedidos.

Em um de seus pedidos, Claire resolve que gostaria de ter sua mãe de volta, que ela não tenha se matado. Isso pode ter compensado todo dano que ela causou, a vida de Claire com sua mãe por perto poderia muito bem compensar as mortes, tudo parece não passar de história agora que ela e sua mãe estão juntas, porém quando “acidentalmente” no melhor estilo premonição o pai de Claire é decapitado com uma serra elétrica a garota entende que nada de bom vem de graça, ainda mais quando se trata de um pedido feito a uma caixa chinesa misteriosa. Claire decide então usar seu último pedido para desfazer tudo e se acha mais esperta que a caixa quando pede que o tempo volte até a manhã que seu pai encontra a caixa e leva para casa. Porém nem tudo é fácil como ela esperava, ao investigarem a caixa ela e seu colega de escola descobrem que ao terminar os 7 desejos a caixa pede algo em troca, nada mais nada menos que sua alma, e descobrem também que a mãe de Claire teve acesso a caixa e por conta disto se matou. Inocentemente Claire encontra a caixa, pede que seu colega a enterre e assim nada de ruim acontecerá, mas claro que não é bem assim, ao pensar que tudo vai bem, Claire é acertada em cheio por um carro ao atravessar a rua, e nos últimos instantes do filme vemos que a caixa não brinca não, ela realmente cobrou sua divida, tendo a alma de Claire como pagamento.

Sim, ela morre.  Sim, pode ter tido um final inadequado, porém eu gosto, se aproxima mais da realidade quando nem tudo acaba com um final feliz e maravilhoso para a protagonista que não fez as melhores escolhas durante o filme.