TRANSFORMERS – O ÚLTIMO CAVALEIRO

Por Johny Strassburger

Fui presenteado com um surpreendente ótimo filme, que se for analisado somente pelos thrillers, não guardava muita coisa. Mas o 5º filme da franquia Transformers – O Último Cavaleiro faz nossa cabeça mergulhar num turbilhão de esplendidas cenas de ação, com direito a muitas explosões, perseguições, lutas robóticas e muitos tiros. O filme primeiramente nos leva aos tempos antigos, de cavaleiros, a famosa Távola Redonda e o Mago Merlin. Onde por incrível que pareça, humanos e robôs alienígenas batalhavam juntos, defendendo uns aos outros, com o conceito este sendo posteriormente levado adiante por gerações futuras, até chegar aos caóticos tempos atuais onde diferentemente agora humanos e alienígenas lutam uns contra os outros. Agora é chegada a hora do último cavaleiro se revelar e tentar salvar a terra dos planos da Deusa Quintessa, a criadora de todos os Transformers, tendo como aliados Megraton e até mesmo Optus Prime, enquanto uma nova força-tarefa é criada para capturar todos os robôs alienígenas.

Muito interessante a escolha por um roteiro que remete ao passado explicando-nos o que aconteceu nos primórdios da história tanto da humanidade quanto com o planeta alienígena. Com a direção do filme nas mãos do sempre talentoso Michael Bay, responsável por grandes obras cinematográficas, só poderíamos esperar algo de bom no decorrer dos 149 minutos de filme. Com Mark Wahlberg interpretando o personagem principal, cabe a novata Isabela Moner interpretar Izabella, a “criança rebelde ajudante dos autobots”.

Anthony Hopkins também faz uma participação importante, com uma bela cena de destaque na parte final do filme. E também ainda há espaço para um personagem muito importante e querido voltando a aparecer no filme (apesar de que somente poucos minutos em cena), o carismático e hilário Agente Seymour Simmons, sendo magnificamente interpretado por John Turturro, ele que tinha aparecido pela última vez em 2011 no 3º filme da franquia.

Tendo um orçamento de 217 milhões de dólares, o filme já arrecadou até o momento 429 milhões de dólares ao redor do mundo, comprovando o sucesso da franquia. Ótimas cenas, incluindo à que Bumblebee é despedaçado pela TRF. Ótima história, ótimos atores (uma pena que não teremos mais Mark Wahlberg em um novo filme de Transformers) e é possível que teremos uma ótima sequência em breve. Altamente recomendado.