Power Rangers: É Hora de Morfar?

Por Gabriel Martins Ribas

A Lions Gate Entertainment Corporation, estúdio famoso por produzir franquias bem conhecidas, está em busca de uma nova saga de filmes e a aposta de 2017 é o Power Rangers – O Filme, que se bem-sucedido financeiramente será o primeiro filme de uma franquia de sete longas sobre os Power Rangers.  A Lions Gate foi responsável primeiramente pela saga Crepúsculo, que arrecadou milhões no mundo todo e depois pela série de filmes de Jogos Vorazes que foi um grande fenômeno se tornando uma das franquias mais famosas do mundo, porém todo o sucesso chegou ao seu fim com o último filme em 2015. Desde então, a Lions Gate vem tentando ter uma franquia de sucesso novamente. Em 2014 surgiu Divergente que começou bem, porém suas sequencias não tiveram todo o sucesso esperado que resultou no cancelamento do último filme.

Agora chegou o momento de Power Rangers – O Filme, que será baseado na primeira temporada da série de TV Mighty Morphin Power Rangers de 1993, muito famosa e assistida por toda uma geração.  A trama da série inicia quando a vilã Rita Repulsa desperta depois de 10 mil anos, mais poderosa do que nunca com planos terríveis de dominar a terra. Então cinco jovens de atitude são recrutados para deter ela. Jason o ousado e poderoso, Zack o inteligente e corajoso, a pequena e graciosa Kimberly, Billy o paciente e sábio e Trini a destemida e ágil.

Acima a versão Power Rangers de 1993. Abaixo Rita Repulsa da mesma versão.

O destaque no elenco dessa nova versão é a atriz Elizabeth Banks que viverá a vilã Rita Repulsa, que ganhou um visual completamente repaginado e novo. Além de um background misterioso na história da personagem, que já fez a internet borbulhar de teorias sobre ela, mesmo antes da estreia do filme.

Elizabeth Banks como Rita Repulsa

O filme também conta com Dacre Montgomery, Naomi Scott, Ludi Lin, Becky G e RJ Cyler vivendo respectivamente os Rangers Vermelho, Rosa, Preto, Amarelo e o Azul. Que, assim como a Rita Repulsa, estão de visual novo e muito mais moderno, e na história também terá tramas secundarias com a vida pessoal de cada Ranger, coisa que faltava um pouco na série de 1993.

Não deixe de conferir Power Rangers – O Filme no Arcoplex Cinemas, que estreia ainda nesse mês de março.