As 5 lições extras de “Como treinar seu dragão 2”

Muito além de uma aventura divertida, muitos ensinamentos estão escondidos por trás da trama bem-humorada da série Como Treinar O Seu Dragão, que ganha neste final de semana a sua primeira continuação. Se você está ansioso para assistir Como Treinar O Seu Dragão 2 relembre dez lições que Soluço, Banguela e sua turma nos ensinam:

1

Sabe aquela história de que não devemos julgar ninguém pelo que aparenta ser? Pois é, olhando assim de relance até parece que Soluço e Banguela formam uma dupla frágil e indefesa. Mas na verdade são eles que conseguem salvar todo mundo no final.

2

Todo mundo tem o tempo ideal para encontrar seu verdadeiro potencial. Quando descobriu que Banguela tinha dificuldades para voar, Soluço foi paciente o suficiente para entender que mais cedo ou mais tarde ele iria superar suas deficiências

3

Muitas vezes a gente só precisa acreditar naquilo que nossa intuição diz. E é preciso respeitar aquilo que está em cada um de nós. Dragões quando acuados vão sim se defender, mas isso não significa que não seja possível se aliar a eles. A natureza estará sempre lá, mas é a essência que nos diz quem somos

4

É preciso estudar cada momento com afinco e dedicação. Quando os colegas de Soluço resolveram não ler o que diziam os livros sobre dragões, também aceitaram a possibilidade de fracassar em suas tentativas. Aliar teoria e prática é sempre um bom caminho

5

Nem tudo acontece como você imagina. As vezes as coisas fogem do que a gente plenejou. É justamente nessa hora que precisamos de humildade e perseverança para que tudo entre nos eixos. Se a dupla Soluço e Banguela desistissem na primeira dificuldade não iam conquistar tudo o que conseguiram.